Ministros

O ministro extraordinário da sagrada comunhão é, na Igreja Católica, um leigo a quem é dada permissão, de forma temporária ou permanente, de distribuir a comunhão aos fiéis, na missa ou noutras circunstâncias, quando não há um ministro ordenado (bispo, presbítero ou diácono) que o possa fazer.

ministrosMinistros extraordinários da sagrada comunhão

O ministro extraordinário da sagrada comunhão, recebe um mandato do bispo e esse ritual, não faz parte do sacramento da ordem sacerdotal. Depois do Concílio Vaticano II, foi possível dar lugar na igreja aos homens e mulheres leigos, que por sua vez puderam assumir a sua missão de cristãos batizados. Essa necessidade se deu devido à escassez de ministros ordenados.

Esses leigos são preparados pelos sacerdotes e são pessoas avaliadas e que vivem a sua fé cristã nas suas comunidades e são convidadas pelo seu pároco para essa função.

ministros2

As principais funções do ministro da sagrada comunhão são as visitas aos enfermos, idosos ou pessoas impossibilitadas de se locomover até a igreja e além de levar a Sagrada Eucaristia e a Palavra de Deus, também as acompanham em suas necessidades ajudando os paroquianos. Também atuam nas celebrações os sacerdotes quando necessário na distribuição da Eucaristia nas celebrações.

Todas estas funções devem ser realizadas em caso de necessidade, ou seja, quando não houver ministros ordenados disponíveis ou em número suficiente.

logo dizimo

Guia da Noiva

projeto ajudo
localizacao