Padroeira

padroeiraA história do titulo e invocação de Nossa Senhora do Monte Carmelo, data do inicio do Cristianismo.  Este título foi simplificado para Nossa Senhora do Carmo.

Em 1251, esta Mãe do Carmo foi invocada com ansiedade por um dos seus filhos, pertencente a sua Ordem: São Simão Stock. A Mãe responde ao filho, deixando-lhe um sinal: o Escapulário. Desde esta data este sacramental, um sinal que evoca o sagrado, é difundido sendo apreciado por todos os devotos da Mãe Maria.

Quem não trás dentro de si a fisionomia da sua mãe? A mãe que consola, acarinha, ama ao seu filho. Ela sempre é presença, segurança, proteção.

Do mesmo modo a Mãe Maria, simbolizada pelo pequeno Escapulário. É força na fé, numa vida unida ao seu Filho. Proteção quando o filho necessita, e sempre somos necessitados.

padroeira2O Escapulário evidencia, demonstra minha pertença, amizade, confiança da Mãe. A Mãe, tão poderosa no amor, jamais deixará no desemparo e esquecimento os que são dela.

A igreja sempre confirmou e legitimou este “sinal”. Também nos nossos dias, é proveitoso para todos os cristãos usá-lo, comprometendo-se com o sentido profundo, o que o mesmo transignifica, isto é: o esforço sério por viver de acordo com o Evangelho, inspirado na fiel e mais perfeita discípula do mesmo, Maria.

logo dizimo

Guia da Noiva

projeto ajudo
localizacao